10 Dicas para viajar sem falar inglês e não passar por grandes apertos

compartilhe

viajar sem falar inglês

Viajar sem falar inglês e se aventurar em outro país é mais comum do que se pensa. Afinal, não é todo mundo que conhece a importância de investir em um curso de inglês até mesmo para o turismo.

Além disso, há situações em que o motivo da viagem é justamente a imersão no idioma. Por exemplo, no caso de intercâmbios. Contudo, há dicas infalíveis que podem contribuir para uma experiência muito mais tranquila.

Por isso, o Kenny Idiomas preparou esse conteúdo exclusivo para te ajudar a destravar a língua caso opte por viajar sem falar inglês. Confira conosco e boa leitura!

Principais desafios de viajar sem falar inglês

Primeiramente, é importante explicar que vai surgir insegurança para qualquer pessoa que se arrisque a viajar sem falar inglês. E isso vale tanto para países onde o inglês é a língua nativa como para aqueles onde se falam outros idiomas. Afinal, a língua inglesa é universal e tem uso em toda parte do mundo.

Então, antes de saber o que fazer, é importante compreender que surgirão desafios como:

  • Dificuldade em se comunicar efetivamente com pessoas locais;
  • Insegurança ao obter informações sobre transporte e direções;
  • Desafios para fazer pedidos em restaurantes ou lojas;
  • Dificuldade em lidar com emergências ou situações inesperadas;
  • Limitações para compreender e seguir instruções em locais públicos.

Mas então, o que fazer?

Se sua viagem está próxima e você não teve sequer tempo de estudar em detalhes sobre o idioma, existem alguns procedimentos que poderão te ajudar. Continue a leitura.

Leia também | Mais ou menos em inglês

viajar sem falar inglês

1 | Aprenda pelo menos o básico

A primeira dica para viajar sem falar inglês é realizar uma pesquisa rápida sobre expressões e palavras-chaves do destino. Isso porque, mesmo sem a fluência do idioma, isso pode abrir portas e facilitar a interação, uma vez que demonstra interesse sobre a língua nativa.

Uma forma eficaz é manter no bloco de notas ou no celular, uma pequena lista de palavras e termos que poderão ser essenciais.

2 | Viajar sem falar inglês exige o uso de tradutores online

Atualmente, é possível utilizar a tecnologia para quebrar as principais barreiras da língua. Sendo assim, quem vai viajar sem falar inglês pode baixar aplicativos como o Google Tradutor ou Microsoft Translator.

Em resumo, eles permitem que você possa traduzir palavras ou frases em tempo real e favorecer o diálogo com pessoas estrangeiras. Porém, atente-se para fazer o download anteriormente e garantir o funcionamento dos apps de modo offline.

Leia também | Importância da imersão cultural

3 | Converse de modo pausado

Outra dica é dar pausas e falar, seja em inglês ou português, de modo claro e pausadamente. Dessa forma, é possível que algumas expressões possam ser compreendidas pelo interlocutor.

4 | Utilize a linguagem corporal

Linguagem corporal é tudo aquilo que o nosso corpo diz enquanto tentamos nos comunicar com alguém. E da mesma forma que acontece com a linguagem verbal, há termos e expressões que podem ser compreendidas em qualquer idioma.

Por isso, aposte nela para melhorar a comunicação com pessoas em outros países, seja através de gestos ou expressões faciais. Além disso, lembre-se de manter um sorriso amigável ao pedir qualquer informação.

De modo geral, é possível criar conexões reais mesmo sem dizer uma única palavra ao viajar.

Saiba também | Tipos de intercâmbio

5 | Opte pelo uso de transportes públicos

Usar transporte público quando se aposta em viajar sem falar inglês é uma maneira eficaz de conhecer melhor o país. Outro motivo pelo uso é que, em casos onde motoristas de táxis ou aplicativos não conseguem estabelecer a conexão com os clientes, é possível que se gaste mais ou a rota aconteça com erros.

Contudo, não se esqueça de estudar os horários do transporte público, regras de uso e até mesmo de aquisição de bilhetes ou passagens. Por fim, não tenha medo de pedir ajuda caso precise.

Saiba também | Aprender inglês pelo celular

viajar sem falar inglês

6 | Viajar sem falar inglês pede um planejamento mais assertivo

Todos sabemos que planejar uma viagem é a melhor forma de garantir que ela não tenha imprevistos ou problemas. Entretanto, isso requer cuidado redobrado no caso de viajar sem falar inglês para países onde a língua é o principal meio de comunicação.

Sendo assim, o ideal é colocar em suas anotações os principais pontos de visitação, horários de funcionamento de museus e parques, ingredientes de pratos típicos, dentre outros. Acredite, desse modo, dificilmente você terá surpresas desagradáveis ao longo do passeio.

Leia também | Como melhorar a pronúncia em inglês

7 | Pesquise sobre a cultura local

Além de ter em mãos as informações básicas do destino, você precisa avaliar com cuidado todas as informações sobre a cultura local. Afinal, há países de língua inglesa que podem ter regras e leis diferentes da nossa.

Por exemplo, o caso da mão invertida no trânsito da Inglaterra ou mesmo os horários de trabalho e lazer em países onde as estações do ano criam dias muito mais longos ou curtos em comparação com o Brasil.

8 | Não abra mão de um guia de bolso

Seja físico ou online, um guia de bolso é um grande aliado para quem vai viajar sem falar inglês. Isso porque ele pode salvar um turista em casos onde a comunicação verbal é deficiente ou limitada.

De modo geral, os guias possuem informações sobre tudo o que falamos acima. Ou seja, transporte, alimentação, pontos turísticos, hospedagem e muito mais.

9 | Quando possível, escolha hospedagem com suporte multilíngue

Em todo o mundo, existem hotéis, hostels e albergues que costumam priorizar vários idiomas no atendimento. Por isso, quando for possível escolhê-los, opte por aqueles que possuem atendimento em português ou, em último caso, alguma outra língua de origem latina, como o espanhol ou italiano.

Dessa forma, você poderá contar com uma equipe de suporte em casos de dúvidas ou necessidades de urgência ou emergência.

10 | Aprende e tenha com você uma lista com expressões essenciais

Por último, uma dica importante para quem vai viajar sem falar inglês é decorar algumas expressões recorrentes que serão úteis em qualquer destino. Por exemplo:

“Hi, I would like to check in for my flight, please.” – Oi, gostaria de fazer o check-in para o meu voo, por favor.

“What time does my flight depart/arrive?” – A que horas meu voo parte/chega?

“How much does a taxi ride to [destination] cost?” – Quanto custa uma corrida de táxi para [destino]?

“Which bus/metro line should I take to get to [destination]?” – Qual ônibus/metrô devo pegar para chegar a [destino]?

Is breakfast included?” – O café da manhã está incluso?

“Could you recommend a traditional dish from the region?” – Você poderia me recomendar um prato tradicional da região?

“How much does this cost?” – Quanto custa isso?

“Where can I find the restroom?” – Onde posso encontrar o banheiro?

“Where is the nearest pharmacy?” – Onde fica a farmácia mais próxima?

Vai viajar sem falar inglês? Comece agora a investir na língua com o Kenny Idiomas

Após conferir dicas para quem vai viajar sem falar inglês, que tal investir no idioma ainda mais? Pois nós temos uma notícia incrível se você ainda não sabe por onde começar!

Com o Kenny Idiomas você aprende a língua em uma plataforma online exclusiva e com os melhores recursos interativos. Dessa forma, terá muito mais segurança no aprendizado do idioma.

E o melhor: você pode fazer suas aulas conforme sua disponibilidade, já que a flexibilidade é total no aprendizado. Dessa forma, você consegue personalizar seu curso e realizá-lo de acordo com seu próprio ritmo.

Com as aulas do professor Kenny, você conta com a expertise de um professor de inglês canadense, que tem foco na jornada de aprendizado a partir de uma didática criativa e eficaz. Não perca mais tempo e comece a aprender inglês online hoje mesmo com o Kenny Idiomas!Para outros conteúdos como este, continue conosco aqui no Blog do Kenny Idiomas! Até a próxima!

Mais posts

gostos em inglês

Como expressar diferentes gostos em inglês

Quando pensamos em como expressar gostos em inglês, é importante considerar as características de cada preferência. Afinal, gostar, amar, curtir possuem pesos e sentidos bem específicos, não acha? Além disso,

ARTIGOS RELACIONADOS

Fique por dentro das novidades

Novidades e novos posts você recebe por e-mail!